Sobre Nós

A nossa missão

Este serviço tem por missão a prestação de cuidados de saúde hospitalares, na Região Autónoma da Madeira, a recém-nascidos, crianças e adolescentes até que completem 18 anos, abordando especificamente a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de patologia cirúrgica crónica e aguda, tendo como objectivo melhorar o estado de saúde e o bem-estar dos seus utentes.

Visão

Este serviço ambiciona a continuação da sua projecção interna e externa, através de uma actividade reconhecida, pelos seus pares e pelos utentes, como sendo de qualidade no âmbito da sua atuação.

Valores

São valores assumidos por todos os profissionais deste serviço, a ética profissional, a inovação e a melhoria contínua da qualidade das suas prestações, que devem obedecer a princípios de eficiência. A preocupação na relação com os nossos utentes e seus familiares e também com os outros profissionais do serviço é uma preocupação permanente.

Utentes

Os utentes do serviço de cirurgia pediátrica são as crianças e os adolescentes desta Região, com menos de 18 anos , com  suspeita de patologia cirúrgica, no âmbito das nossas competências. Estas englobam o tratamento das malformações congénitas do aparelho digestivo e urinário, patologia abdominal crónica e aguda, alterações da parede, patologia cervical, patologia traumática e oncológica.

Caraterização do Serviço

O serviço de cirurgia pediátrica desenvolve a sua actividades nos seguintes sectores:

  • Internamento
  • Consulta Externa / Pequena Cirurgia
  • Bloco operatório
  • Hospital de dia
  • Serviço de urgência

Recursos Humanos

1 Assistente Graduado Sénior
Diretor de Serviço, Dr. Filomeno Paulo Gomes

2 Assistentes Graduados
Dra. Fátima Alves
Dra. Carla Pilar

1 Assistente Hospitalar
Dra. Filipa Freitas

Os elementos de enfermagem, assistentes operacionais, secretariado e outros técnicos de saúde são comuns ao Serviço de Pediatria.


Carteira de Serviços

O Serviço de Cirurgia Pediátrica presta Cuidados de Saúde Hospitalares a recém-nascidos, crianças e adolescentes, até aos 17 anos inclusive, estando as suas instalações localizadas no Hospital Dr. Nélio Mendonça. Tem por missão melhorar o estado de saúde e o bem-estar dos doentes que trata, abordando especificamente a prevenção, diagnóstico e tratamento de patologia cirúrgica crónica e aguda, que ocorra nos grupos etários atrás referidos, através da prestação de cuidados de excelência, bem como promover a investigação básica e clínica, dar formação a médicos e enfermeiros em pré e pós-graduação e promover a articulação com os cuidados de saúde primários.

Para a concretização destes objectivos enunciados, desenvolve as suas atividades de acordo com os seguintes pressupostos:

Cuidados

  • Presta cuidados médicos e de enfermagem, altamente qualificados, de acordo com os conhecimentos científicos atuais, respeitando os princípios éticos e as orientações das ordens profissionais, na área do planeamento, intervenção e avaliação, baseados nas necessidades biofísicas, ambientais, educativas, e psicológicas dos utentes, familiar ou tutor legal.

Gestão e Qualidade  

  • Orienta e mantém uma equipa de profissionais qualificados (nas áreas médicas, de enfermagem, de psicologia, de assistência social, do ensino, AO, e outros técnicos) procurando a melhoria contínua de uma equipa multiprofissional, devidamente integrada em objectivos comuns e vocacionada para a prestação de serviços de qualidade.
  • Garante a monitorização e a avaliação contínua do desempenho profissional.  Implementa e desenvolve políticas, procedimentos e protocolos de acordo com a evidência e recomendações atuais das principais entidades nacionais e internacionais, adaptando-os à realidade regional.

Formação 

  • Promove a formação contínua de todos os profissionais do serviço.  

Respeito e Defesa pela individualidade de cada utente  

  • Consciencializa e zela pela confidencialidade, privacidade e intimidade do utente. 
  • Considera o utente na sua esfera biopsicossocial, compreendendo as idiossincrasias de cada indivíduo.

Os elementos do serviço, no cumprimentos da sua missão, desenvolvem as suas atividades em diferentes sectores do hospital de acordo com a patologia em causa e a natureza do atendimento indicado, em cada momento e em cada situação:

Internamento de Cirurgia Pediátrica - (Localização: 5º Piso Poente)

  • Unidade de Neonatologia (Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos) 
  • Serviço de Urgência 
  • Consulta Externa o Hospital de Dia
  • Bloco operatório 
  • Pequena Cirurgia

A Cirurgia Pediátrica intervém - nas situações a seguir enunciadas, as quais compõem a carteira de serviços de que dispõem, para o cumprimento da sua Missão. As situações que pela sua raridade ou complexidade o serviço entenda não dever assumir são referenciadas para outros centros de cirurgia pediátrica, fora da Região.

Tipo de Cirurgias realizadas - Cirurgia das malformações congénitas, envolvendo órgãos abdominais, torácicos, urológicos e genitais.

  • Quistos sebáceos, Epidermoides, Molusco Contagioso
  • Quistos Dermoides: Sinus pilonidal,
  • Nevus
  • Onicocriptose
  • Escroto Vazio: Criptorquidia, Ectopia Testicular, Anorquidia, Monorquidia,
  • Testículos Retráteis, Torsão do Testículo
  • Hérnia: Inguinal, Umbilical, Epigástrica
  • Hidrocelo
  • Patologia Cervical: Quistos do Canal Tireo-Glosso, Fistulas Branqueais, Torcicolo Congénito.
  • Patologia do aparelho digestivo: Apendicite Aguda; Oclusão Intestinal; Obstipação Crónica; Malformações Ano-Retais; Hemorragia Digestiva; Estenose Hipertrófica do Piloro, Patologia Hepato-Biliar, Patologia Esofágica, Refluxo Gastro Esofágica, Patologia das Glândulas Salivares.
  • Patologia do Baço
  • Patologia Ovárica
  • Patologia do Aparelho Urinário: Hipospádias e Epispádias, Refluxo Vésico Ureteral, Patologia Obstrutiva (junção pielo-ureteral, junção uretero-vesical, válvulas da uretra posterior), Sinus Uro Genital, Fimose.
  • Sindactilia.
  • Orelhas em abano
  • Derrame Pleural e Pneumotórax
  • Colocação de cateteres centra
  • Politraumatizados com maior intervenção nos traumatismos abdominais.
  • Queimados

CUIDADOS DE ENFERMAGEM 

  • Prestação de cuidados de enfermagem Gerais
  • Prestação de cuidados de Enfermagem Especializados nas áreas de Saúde Infantil e de Pediatria, assim como de Reabilitação
  • Educação para a Saúde: 
    • Promoção da amamentação, cuidados parentais, massagem infantil, alta segura;
    • Aconselhamento para a alta, de forma a fomentar comportamentos e estilos de vida saudáveis, assim como a promoção da adesão ao regime terapêutico e adaptação ao período de convalescença no domicílio;
    • Disponibilização de panfletos orientadores.

ASSISTENTES OPERACIONAIS  

A equipa de assistentes operacionais, tem um papel ativo na correta desinfecção da unidade do doente, limpeza das áreas comuns e apoio no desempenho de algumas actividades de vida diária, sob supervisão da equipa de enfermagem.

INTERNAMENTO

O internamento do Serviço de Cirurgia Pediátrica, está localizado no 5º piso poente, do Hospital Dr. Nélio de Mendonça, espaço este que é partilhado com o Serviço de Pediatria. Neste espaço são internados os doentes da cirurgia pediátrica, nomeadamente no pós-operatório. Aqui são igualmente internados utentes pediátricos submetidos a procedimentos cirúrgicos, realizados por outras especialidades, como por exemplo: Otorrinolaringologia, Cirurgia plástica, Neurocirurgia

ATIVIDADES LÚDICAS

O serviço dispõe de 2 salas de actividades, com vários espaços para serem utilizados para actividades, consoante a idade das crianças/jovens.

São acompanhados por Educadoras que têm como função:

  • Planificar e desenvolver actividades lúdico-didácticas, de acordo com a idade, capacidade e disponibilidade da criança/adolescente, com vista à sua adaptação ao ambiente hospitalar/internamento.

UNIDADE DE NEONATOLOGIA (Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos)

A cirurgia pediátrica presta apoio à Unidade de Neonatologia, onde estão integrados os cuidados intensivos neonatais e pediátricos.
É um sector fundamental para o serviço, onde estão internados os recém nascidos com patologia cirúrgica, nomeadamente malformações congénitas.
Os cuidados intensivos pediátricos são fundamentais para o suporte adequado às situações que necessitam de ventilação assistida ou de maior vigilância, como politraumatizados e pós operatórios de maior risco.

SERVIÇO DE URGÊNCIA

O serviço de cirurgia pediátrica presta serviço de urgência em regime de prevenção, de forma permanente, assegurando igualmente o apoio necessário a todos os doentes internados que necessitem da sua intervenção.

CONSULTA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA

A esta consulta são referenciadas, pela medicina geral e familiar e pela pediatria, situações suspeitas de patologia cirúrgica, em utentes com menos de 18 anos.

  • Consultas pré e pós operatórias
  • Consultas de seguimento a utentes selecionados
  • Consulta de preparação para cirurgia
  • Consulta de Uro-Nefro - consulta realizada em conjunto com a nefrologia pediátrica, onde são discutidos os casos de patologia do aparelho urinário, de maior complexidade
  • Reunião de preparação cirúrgica – destinadas às crianças e pais, que vão ser submetidos a intervenção cirúrgica. Apresentação e visita ao serviço, pela criança e seu acompanhante

BLOCO OPERATÓRIO

É no bloco operatório que se realizam os procedimentos cirúrgicos, efetuados sob anestesia geral, tanto nas situações urgentes, como nas programadas.
Realizam-se todas os procedimentos cirúrgicos necessárias ao tratamento das situações já enunciadas na carteira de serviços.

PEQUENA CIRURGIA

O serviço de Cirurgia Pediátrica realiza na unidade de pequena cirurgia, diversas intervenções sob anestesia local:

  • Excisão de: Unhas encravadas; pequenos quistos; nevus; molusco contagioso.

HOSPITAL DE DIA - 5º piso

Tem como objectivo:

  • Reduzir o tempo de internamento - situações de alta precoce com necessidade de maior vigilância médica/cirúrgica/enfermagem.
  • Evitar internamentos desnecessários;
  • Quando o tratamento tem de ser feito em contexto hospitalar (mas sem necessidade de internamento), mas que não possa ser feito na consulta externa;

A cirurgia pediátrica assegura a realização de um conjunto de procedimentos em hospital de dia, de entre os quais salienta:

  • Pensos Cirúrgicos
  • Pensos de queimados
  • Dilatações uretrais e ano-retais
  • Vigilância de cateteres centrais

Horário

Cuidados Gerais - Dias úteis – das 8h:30 às 15h:00 (turno da Manhã).

Cuidados específicos de enfermagem de Reabilitação:

  • Dias úteis – 8:30h às 15h (turno da M).
  • Dias não úteis – alguns dias, no turno da Manhã - 8h:30h-14h:30 (excecionalmente, a fim de colmatar necessidades pontuais).

Integrado na carteira de serviços do Serviço de Pediatria

O apoio à Área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Cirurgia Pediátrica obedece aos seguintes critérios, na prestação de cuidados médico-cirurgicos:

a) Em situações não traumáticas tidas ou suspeitas como patologias do foro cirúrgico - em utentes entre os 0 e os 14 anos e 364 dias.

b) Foro urológico - em utentes entre os 0 e os 17 anos e 364 dias.

c) Doentes traumatizados com patologia do foro cirúrgico e que obriguem a tratamento no bloco operatório com anestesia geral.

O apoio à Área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Cirurgia Geral obedece aos seguintes critérios:

a) Prestação de cuidados médico-cirúrgicos em situações não traumáticas tidas ou suspeitas como patologias do foro cirúrgico em utentes com 15 ou mais anos de idade.

b) Prestação de cuidados em todas situações do foro cirúrgico, independentemente da idade, que necessitem de pequena cirurgia e esta possa ser realizada com anestesia local.

c) Prestação de cuidados em todas situações do foro cirúrgico, que necessitem de pequena cirurgia, mas que, apesar de se tratar de “cirurgias minor” devido à idade obriguem a ida ao bloco.

d) Prestação de cuidados em todas as situações do foro cirúrgico de emergência, atribuídas à Cirurgia Pediátrica durante o período que medeia a chamada do cirurgião pediátrico de prevenção e a sua chegada.

O apoio à Área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Cirurgia Plástica deverá ser solicitado pela Cirurgia Pediátrica ou Geral sempre que envolvam territórios anatómicos como a face, mãos ou outros com perda de substância acentuada, do qual resultem possibilidade de deformação e alteração estética ou funcional, independentemente de indicação cirúrgica, ou não.

a) O apoio à Área Pediátrica da Urgência Geral por parte Urologia definida na alínea g-vi) do ponto nº 2 deverá ser feito em todas as situações com suspeita de patologia do foro urológico em utentes com 15 ou mais anos.

b) O apoio à Área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Radiologia; Patologia Clínica; Cirurgia Vascular; Serviço de Farmácia; Serviço de Gastroenterologia; Serviço de Oftalmologia, Ortopedia; Serviço de Otorrinolaringologia; Serviço de Pneumologia; Serviço de Medicina Dentária; Serviço de Neurocirurgia é transversal a todos os grupos etários pediátricos e faz-se de acordo com as normas em vigor na Urgência Geral.