Este website utiliza cookies para gerir a autenticação, navegação e outras funções. Ao continuar a utilizar o website concorda com a colocação deste tipo de cookies no seu dispositivo e com os termos da nossa política de privacidade.

Recusou a utilização de cookies. O website poderá não funcionar corretamente.

Diretrizes de segurança da COVID-19

No contexto da pandemia SARS – COV 19, a formação com recurso à Simulação, assume um papel crucial na preparação das equipas clínicas na abordagem de doentes infetados, suspeitos e não infetados, a definição de circuitos próprios, as medidas de prevenção da infeção e o treino do uso de equipamento de proteção individual (EPI).

O Centro cumpre com rigor todas as diretrizes locais e internacionais de prevenção de infeção de instrutores e candidatos, nomeadamente o uso de máscara facial, o distanciamento social, lavagem frequente das mãos e equipamentos de proteção.

Recomendamos que os Planos pedagógicos das formações para 2021 devam incluir a intervenção especifica em doentes COVID 19, com foco na prevenção de infeção e adaptáveis à realidade epidemiológica local, implicando, em alguns casos, redesenhar os cenários de treino.

Diretrizes de Segurança COVID para Coordenadores de Cursos e Formandos

Aos Coordenadores e Formadores
  • O coordenador de cada Formação/ Curso é o responsável pelo cumprimento das medidas de segurança e prevenção de infeção em vigor no CSCM.
  • Os programas das Formações/ Cursos deverão ser reajustados para evitar intervalos com todos os grupos.
  • As salas de formação do CSC tiveram de ser adaptadas às recomendações emanadas pela DGS para poderem ser utilizadas para este efeito, nomeadamente:
    • A capacidade de cada sala foi diminuída para metade permitindo uma maximização do espaço entre formandos e formador, por forma a garantir o distanciamento físico recomendado (dois metros);
    • Alteração dos lugares dispostos em sala, evitando que os formandos estejam virados de frente uns para os outros;

Sala de reuniões – 12 lugares
Sala Multitrauma – 10
Sala de Procedimentos – 5
Sala de Enfermagem – 4
Sala de Bloco – 5
Sala de Debriefing – 4

  • Sempre que possível, as janelas das salas com janelas estarão abertas e o ar condicionado desligado.
  • Sempre que possível, os circuitos desenhados no CSC devem ser respeitados, durante a mobilidade de instrutores e formandos.
  • No dia anterior à Formação/ Curso, todos os instrutores e formandos deverão preencher o Inquérito Epidemiológico à COVID 19.
  • O consumo de bebidas e alimentos durante os intervalos não estão autorizados, excepto água.
  • No dia da Formação/ Curso, instrutores e formandos que apresentem sinais ou sintomas associados à COVID 19 não se devem apresentar no CSCM.
Aos Formandos
  • No espaço do Centro de Simulação Clínica é obrigatório

    • Uso de máscara cirúrgica
    • Higienização das mãos à entrada e à saída do CSC
    • Desinfeção e higienização frequente das mãos
    • Uso de bata descartável
    • Distanciamento social de dois metros (respeitar sinalética do CSC)
    • Uso de luvas (quando indicado)
    • Respeito pelo número de ocupantes recomendado em cada sala
    • Cumprimento das regras de segurança e prevenção de infeção em vigor no CSC
No dia da Formação/ Curso
  • Todas os instrutores e formandos devem usar uma máscara facial cirúrgica.
    Máscaras pessoais, incluindo tecido, não são aceitáveis.
    Máscaras e outro Equipamento de proteção Individual (EPI) considerado necessário, estará disponível na chegada ao CSC.
  • Não serão permitidas mais pessoas em cada sala do que o recomendado e deverão cumprir dois metros de distanciamento.
    As limitações de ocupação de sala estão publicadas em todas as salas.
  • Os Cenários de Simulação que replicam o cenário clínico onde os princípios do distanciamento social não podem ser seguidos, exige a adesão aos protocolos utilizados em ambiente clínico (por exemplo, máscaras, luvas se houver contato pessoal e lavagem imediata das mãos após o evento).
  • A higiene frequente das mãos é necessária para todos os eventos.
    O desinfetante está localizado na entrada de todas as salas e em várias áreas comuns do CSC e, juntamente com o detergente e pias para lavar as mãos, nos locais adequados.
  • Todos os equipamentos, dispositivos e materiais utilizados para treino serão higienizados pela equipa do CSC antes e depois de cada evento.
    Durante os cursos que requerem múltiplas rotações de formandos, os instrutores e os formandos serão responsáveis pela higienização do equipamento antes de cada sessão de treino.
  • Por motivos de segurança, mantemos apenas os móveis, o equipamento e o material absolutamente necessários.
    O ambiente foi organizado de modo a permitir o distanciamento recomendado.
    Por favor, não mobilize equipamentos ou móveis.
  • Todos os instrutores e formandos devem evitar o uso de relógio, anéis e adornos, que dificultem a desinfeção das mãos e limitar os seus itens pessoais ao indispensável.
  • Recomenda-se que todos os instrutores e formandos se familiarizem com estas medidas de segurança e prevenção da infeção antes da Formação/ Curso.
  • Sinalização de entrada
  • Sinalização dos sentidos de circulação
  • Sinalização de lotação máxima

     


    Estas recomendações foram emitidas a 20 julho de 2020, cumprem as diretrizes em vigor no SESARAM (emanadas pelo Centro de Formação, GCPPCIRA, IASAÚDE), Conselho Português de Ressuscitação e Sociedade Portuguesa de Simulação e serão revistas de acordo com a evolução do conhecimento e da experiência acerca da COVID 19.


    Serviço de Saúde da RAM, EPERAM © 2021. Todos os direitos reservados