Imprimir

Bloco Operatório

Director

Enf. Chefe

Dr. Miguel Reis

Enfª Rita Lemos

Actividades do Serviço

Toda a actividade cirúrgica programada e urgente.

Informação Específica Horário de Funcionamento: 24 horas/dia
Localização 1º Piso do Hospital Dr. Nélio Mendonça
Contacto  291 710 269
Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Carteira de Serviços do Bloco Operatório

O Bloco Operatório tem como missão principal proporcionar o ambiente físico e os recursos humanos e materiais necessários à execução de atos operatórios em doentes internados, segundo o “estado da arte”.

Acessoriamente, proporciona o ambiente e condições necessários à aprendizagem das técnicas cirúrgicas e anestésicas a alunos de enfermagem e medicina, bem como a médicos e enfermeiros.

Na carteira de serviços do Bloco Operatório do Hospital Dr. Nélio Mendonça constam os serviços prestados pelas várias especialidades cirúrgicas e a execução de técnicas anestésicas e outras técnicas necessárias para a execução segura dos procedimentos.

Assistência Médica

A. 

  • Consultas cirúrgicas pré e pós-operatórias
  • Consulta de Anestesiologia
  • Cuidados pós-anestésicos
  • Cuidados intermédios cirúrgicos

B. 

1. Cirurgia Cardíaca - cirurgia de revascularização miocárdica, cirurgia valvular;
    Cirurgia Torácica: videomediastinoscopia e videotoracoscopia, cirurgia do pulmão, cirurgia de hiperhidrose primária, cirurgia de pectus excavatum;

2. Cirurgia Geral - o Serviço de Cirurgia Geral desenvolve a sua actividade cirúrgica de acordo com os três sectores funcionais que o constitui:
 
a) Sector Colo Rectal: intervenções cirúrgicas ao cólon, recto e canal anal; cirurgia proctológica;
 b) Sector Hepatobiliopancreático: intervenções cirúrgicas nas vias biliares, fígado e pâncreas;
 c) Sector Esofagogástrico, Encódcrino e Cirurgia Bariátrica: intervenções cirúrgicas no esófago e estômago, glândula tiroideia e suprarrenal e cirurgia bariátrica e metabólica;
 d) Cirurgia da Mama em parceria com a Unidade de Patologia da Mama;
 e) Cirurgia transversal a todos os sectores: cirurgia da parede abdominal, hérnias, biopsias excisionais e tratamento cirúrgico do melanoma.

3. Cirurgia Ginecológica
  a) Patologia Mamária: nódulos benignos ou malignos da mama; carcinomas e abcessos. Cirurgias: tumorectomias, mastectomias, linfadenectomia axilar, excisão de gânglio sentinela, resseção de galactóforos e reconstrução mamária pós cirurgia oncológica.
  b) Pavimento Pélvico: tratamento de prolapsos uterinos e incontinência urinária através de cirurgias reconstrutivas com colporrafia anterior e posterior, colocaçãoo de próteses para prolapsos e incontinência e histerectomias vaginais.
  c) Ginecologia Geral: patologias uterinas e ováricas. Ooforectomias, salpingectomias, anexectomias, quistectomias, miomectomias e histerectomias.
  d) Laparoscopia: patologias uterinas e ováricas.
  e) Histeroscopias: patologia endometrial como pólipos, miomas submucosos e alterações congénitas do útero e vagina.
  f) Oncologia: patologia oncológica do ovário e útero como o carcinoma do ovário, do endométrio e do colo do útero, através de anexectomia, histerectomia e linfadenectomia.
  g) cesarianas, laqueações tubarias e curetagens.

4. Cirurgia Estomatológica: tratamento de patologias orais e maxilares
  a) destartarizações, extracções dentárias, restaurações dentárias, frenectomias (linguais e labiais), gengivoplastias, gengivectomias, biopsias, picectomias dentárias, desvitalizações dentárias, exéreses e quistos maxilares, férulas dentárias.

5. Cirurgia Oftalmológica;

6. Cirurgia ORL: patologia crónica dos ouvidos, otosclerose; patologia inflamatória do nariz, desvios do septo e pirâmide nasal, patologia crónica das amígdalas e adenoides; patologia oncológica cervical, laríngea, cavidade bucal e farínge.

7. Cirurgia Ortopédica dos membros superiores, membros inferiores e coluna vertebral de origem traumática e não traumática.
  a) Fracturas do colo do fémur: osteossíntese com DHS e PFN, parafusos canulados, hemiartroplastia e artroplastia total.
  b) fracturas do fémur: encavilhamento centro medular, osteossíntese com placa e parafusos.
  c) fracturas do osso da perna: encavilhamento centro medular e osteossíntese com placa e parafusos.
  d) fracturas do tornozelo: osteossíntese com placa e parafusos.
  e) fracturas do tornozelo: osteossíntese com placa e parafusos, osteossíntese com fios de Kirschner.
  f) fracturas do cotovelo: osteossíntese com placa e parafusos, osteossíntese com fios de Kirschner.
  g) fracturas do punho: osteossíntese com fios de Kirschner.
  h) coxastroses e gonartroses: artroplastia total não cimentada e cimentada.
  i) hallux valgus: operação de Chevron.

8. Cirurgia Plástica e reconstrutiva, estética e terapêutica: cirurgia reconsctrutiva, reconstrução pós mastectomias, cirurgia maxilofacial, cirurgia da mão, oncologia cutânea e tratamento de queimaduras.

9. Cirurgia Urológica: cirurgia endoscópica oncológica, litiásica e patologia benigna da próstata e uretra; intervenções endourológicos, diagnósticos e terapêuticos, nomeadamente litotrícia endoscópica com laser, cirurgia percutânea do rim e ureterorrenoscopia rígida e flexível do aparelho urinário alto e baixo; cirurgia laparoscópica do rim e suprarrenal; cirurgia aberta de toda a patologia oncológica e não oncológica a todos os níveis do aparelho urinário.

10. Cirurgia Vascular: cirurgia dirigida para a patologia vascular (aorto abdominal, membros superiores e inferiores), patologia vascular extracaniana; cirurgia de revascularização; cirurgia aneurismática abdominal e periférica; endarteriectomia carotídea; cirurgia das varizes e acessos vasculares para hemodiálise.

11. Neurocirurgia
 a) Cirurgia à Coluna Vertebral: degenerativa (hérnia discal e canal estenótico); traumática (cifoplastia e instrumentação); tumoral (metástases, neurinomas, astrocitomas e ependimomas); infecciosa (empiemas e espondilodiscites)
 b) Cirurgia Cranioencefálica: traumática (hematoma subdural agudo e crónico, hematoma epidural, fractura com afundamento); tumoral (metástases, astrocitomas, oligodendrogliomas, meningiomas, neurinomas); vascular (aneurismas da ciruculação anterior, malformações arteriovenosas, cavernomas); infecciosa (abcessos e empiemas).
 c) Cirurgia Infantil: tumoral (cranioencefálica); malformativa (crenioencefálica e raquidiana).

12. Cirurgia Pedriátrica
 a) Cirurgia neonatal: correções de atresias do esófago, atresias intestinais, malformações ano-rectais, sinus uro-genital, enterocolite necrosante, estenose hipertrófica do piloro, hérnias diafragmáticas.
 b) Patologia urogenital: tratamento de patologias obstrutivas do aparelho urinário: pielo-ureteral, uretero-vesical e válvulas da uretra posterior; tratamento do refluxo vesico-ureteral; correções de hipospadias, fimose, escroto vazio, hidrocelo e escroto agudo; realização de cistoscopias.
 c) tratamento de hérnias inguinais, umbilicais e supraumbilicais
 d) precedimentos no âmbito da cirurgia plástica: correção de orelhas em abano, sindactilias, tendossinovite estenosante do polegar e tratamento de queimados.
 e) Cirurgia laparoscópica: colecistectomia, esplenectomia, tratamento do varicocelo, pesquisa de testículo em escroto vazio, teratoma do ovário.
 f) Outros procedimentos: doença de Hirschsprung, hérnia do hiato, tratamento do sinus pilonidal, patologia dos arcos branqueais e quisto do canal tireoglosso.

C. 
1. Anestesias gerais: ev, balanceadas, inalatórias
2. Anestesias regionais: Bloqueio subaracnoideu, bloqueio epidural torácico, lombar e caudal, bloqueio do plexo braquial, bloqueios de nervos periféricos. Possibildade de bloqueios ecoguiados
3. Anestesias combinadas (Anestesias gerais + Anestesias regionais)
4. Sedações e Sedoanalgesias
5. Cuidados Anestésicos Monitorizados

D. Apoio de diversas especialidades no perioperatório, intraoperatório e pós operatório.
E. Disponível apoio radiológico no intraoperatório com intensificador de imagem.
F. Disponível apoio de anatomia patológica com exames extemporâneos.
G. Disponível apoio laboratorial e imunohemoterapia.

 

Cuidados de Enfermagem

O doente cirúrgico procura cuidados específicos no bloco operatório que são essenciais a sua recuperação. O atendimento passa por uma ação interdisciplinar sendo cada um dos elementos interveniente conhecedor das suas funções.

As Funções dos Enfermeiros Perioperatórios, são descritas como o enfermeiro de anestesia, enfermeiro circulante e enfermeiro instrumentista. A intervenção do enfermeiro abrange todo o período peri operatório e o ciclo vital, com intervenções autónomas e interdependentes que contribuem para o sucesso dos episódios cirúrgicos.

A atividade do enfermeiro embora maioritariamente cirúrgica também se desenrola fora do Bloco Operatório central através da colaboração na pequena cirurgia e assistência em exames e visitas pré e pós operatórias. De um modo sumario a carteira de serviços de Enfermagem é descrita abaixo:

  • Visita pré Operatória;
  • Prestação de Cuidados Cirúrgicos nas 17 valências (Programado, Urgente, Emergente);
  • Prestação de Cuidados Pós Operatórios Imediatos;
  • Prestação de Cuidados ao doente em situação critica;
  • Transporte doente critico;
  • Visita Pós Operatória;
  • Assistência ao doente em exames (EDA, EDB, CPRE, TAC, RNM, hemodinâmica em regime urgente ou programado;
  • Assistência na Colheita de Órgãos;
  • Prevenção Cirurgia cardíaca;
  • Prevenção Neurocirurgia.

 

Pré-operatório
Intra-operatório
Pós-operatório

Visita pré-operatória

Cuidados de Enfermagem
Perioperatória

Cuidados Pós-anestésicos

Acolhimento no Bloco Operatório

Visita pós-operatória

 

No seu quotidiano os enfermeiros implementam estratégias de promoção da saúde e prevenção da doença difundidas pelas entidades reguladoras como a DGS.

  

 

 

 

Clique sobre o mapa.