A nossa missão

 

Promover a Saúde das crianças e adolescentes da RAM através do ensino da população e disponibilização de informação didática.

Promover o tratamento e seguimento pediátrico adequados através da atualização contínua dos profissionais de saúde

Clique na imagem para ver o vídeo da visita:

Pediatria site

 

DESCRIÇÃO

O Serviço de Pediatria tem por missão melhorar a saúde e bem-estar das crianças e adolescentes (dos 0 aos 17 anos e 364 dias),estando as suas instalações localizadas no Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Desenvolve as suas atividades de acordo com os seguintes pressupostos:

Cuidados

  • Presta cuidados médicos e de enfermagem, altamente qualificados, de acordo com os conhecimentos científicos atuais, respeitando os princípios éticos e as orientações das ordens profissionais, na área do planeamento, intervenção e avaliação, baseados nas necessidades biofísicas, ambientais, educativas, e psicológicas dos utentes, familiar ou tutor legal.

Gestão e Qualidade

  • Orienta e mantém uma equipa de profissionais qualificados (nas áreas médicas, de enfermagem, de psicologia, de assistência social, do ensino, assistentes operacionais, e outros técnicos) procurando a melhoria contínua de uma equipa multiprofissional, devidamente integrada em objectivos comuns e vocacionada para a prestação de serviços de qualidade.
  • Promove um sistema de gestão partilhada entre os vários profissionais dos centros hospitalares (Hospital dos Marmeleiros e Hospital Dr. Nélio Mendonça) e dos cuidados de saúde primários.
  • Garante a monitorização e a avaliação contínua do desempenho profissional.
  • Implementa e desenvolve políticas, procedimentos e protocolos de acordo com a evidência e recomendações atuais das principais entidades nacionais e internacionais, adaptando-os à realidade regional.

Formação

  • Promove a formação contínua de todos os profissionais do serviço.

Respeito e Defesa pela individualidade de cada utente

  • Consciencializa e zela pela confidencialidade, privacidade e intimidade do utente.
  • Considera o utente na sua esfera biopsicossocial, compreendendo as idiossincrasias de cada indivíduo.
  • Possui o núcleo hospitalar de apoio à criança e jovem em risco

 

CARTEIRA DE SERVIÇOS

No cumprimento dessa missão está disponível a seguinte carteira de serviços distribuída pelos seguintes sectores funcionais:

ü  Internamento

- Enfermaria de Pediatria

- Unidade de Neonatologia / Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos (UCINP)

ü  Hospital de dia

ü  Consulta externa

ü  Urgência Pediátrica

 

1 - INTERNAMENTO

1.1 - Enfermaria de Pediatria

Na enfermaria de Pediatria são admitidas todas as crianças e adolescentes cuja patologia aguda ou crónica descompensada exija cuidados em internamento sem necessidade de cuidados intensivos.

São igualmente admitidas crianças e adolescentes por outras especialidades, com patologia do foro neurocirúrgico, oftalmológico, otorrinolaringológico, estomatológico, cardíaco, endocrinológico, ginecológico e pedopsiquiátrico. Beneficiam de um ambiente pediátrico e usufruem de cuidados prestados por profissionais de saúde, com experiência exigida e sensibilidade adequados a este grupo etário.

Os doentes internados têm acesso a todos os exames complementares de diagnóstico e meios terapêuticos disponibilizados pela Instituição hospitalar. Nesta área de prestação de cuidados são realizadas várias técnicas de diagnóstico e terapêutica como punção lombar, punção vesical, medulograma, biópsia óssea, ventilação não invasiva, toracocentese, drenagem pleural, entre outras.

1.2 - Unidade de Neonatologia - Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos (UCINP)

A Unidade de Neonatologia presta a sua actividade assistencial na Sala de Partos, Alojamento Conjunto, Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos.

São prestados cuidados aos recém-nascidos na Sala de Partos em todos os partos distócicos.

No Alojamento Conjunto são internados as puérperas e recém-nascidos (RN, até aos 28 dias de vida), permitindo cuidados especiais, vigilância e/ou monitorização do RN. No alojamento conjunto é realizado o Rastreio Auditivo Neonatal, rastreio das doenças metabólicas,  rastreio da displasia da anca, rastreio das cardiopatias críticas e rastreio do olho vermelho.

A Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos (UCINP) presta assistência a recém-nascidos doentes ou com necessidades especiais, nascidos na nossa região, independentemente da idade gestacional. A UCINP dispõe de ecografia transfontanelar e presta o suporte convencional ao doente crítico. A assistência ao doente crítico com necessidade de cuidados intensivos é prestada às crianças e adolescentes até aos 14 anos 364 dias de idade. Os jovens com idade igual ou superior a 15 anos são admitidos em unidade de adultos.

Na consulta de Neonatologia são acompanhados os recém-nascidos de risco que estiveram internados na Unidade, bem como recém-nascidos referenciados pelos médicos de Medicina Geral e Familiar e médicos assistentes de Pediatria.

 

2. HOSPITAL DE DIA

Nos Hospitais de Dia de Pediatria e de Hemato-Oncologia Pediátrica (HOP) são prestados cuidados necessários a crianças e adolescentes portadores de situações patológicas, maioritariamente crónicas, que não podem ser feitos na comunidade ou em consulta externa. É feita vigilância médico/cirúrgica/enfermagem em situações de alta precoce assumida como forma de reduzir o tempo de internamento.

No âmbito da atividade dos hospitais de dia são prestados um conjunto alargado de cuidados, técnicas e terapêuticas de que se destacam:

  • administração de biossimilares, como p.e. infliximab nos doentes com doença inflamatória intestinal crónica;
  • provas de provocação oral controlada a alimentos e a fármacos; indução de tolerância oral específica às alergias às proteínas de leite de vaca;
  • administração de citostáticos

Funciona nos dias úteis das 8:30 às 15h, com extensão do horário para fins-de-semana no que diz respeito aos cuidados específicos de enfermagem de Reabilitação.Caso haja necessidade de permanecer além do horário estipulado os cuidados são assegurados no espaço físico do internamento, com acompanhamento pelos profissionais de serviço nesse sector.

 

3. CONSULTA EXTERNA

Os utentes em idade pediátrica podem ser referenciados para a consulta externa a partir de qualquer serviço clínico do SESARAM E.P.E. Funciona no edifício da consulta externa do Hospital Dr. Nélio Mendonça (auto-silo), nos dias úteis das 08:00 às 18:00.

O Serviço de Pediatria, além das consultas de Pediatria geral e da consulta da alta (dedicada à reavaliação de doentes), dispõe de consultas em áreas diferenciadas da Pediatria (quadro I). Mensalmente, realiza-se uma consulta de Pediatria no Centro de Saúde do Porto Santo. Todas as consultas são realizadas pela equipa de enfermagem e pela equipa médica.

A consulta de gastroenterologia partilha um espaço - exames de Gastroenterologia - com os adultos, dispõe de um período mensal para realização de endoscopia. Dispõe ainda de exames como a pHmetria, a impedância esofágica, o teste respiratório para pesquisa do Helicobacter pylori e o teste da intolerância à lactose.

A consulta de Neuropediatria dispõe de um laboratório de Neurofisiologia partilhado com a Neurologia de adultos onde se realizam vários exames (electroencefalograma de rotina, vídeo-EEG, electroencefalografia portátil, estudo de condução nervosa, electromiografia, potenciais evocados visuais e rastreio auditivo neonatal).

Consultas do Serviço de Pediatria (além de Pediatria   Geral)

Adolescentes

Fibrose Quística

Neonatologia

Consulta da Alta

Gastroenterologia

Neuropediatria

Consulta Desenvolvimento

Hematologia

Obesidade

Doenças Infeciosas

Imunoalergologia

Patologia Respiratória

Doenças Metabólicas

Nefrologia

Primeira Infância

Quadro I. Consulta externa de Pediatria.

São efectuadas colheitas de sangue e outros produtos biológicos. São realizados exames complementares de diagnóstico tais como: provas de esforço, espirometrias com broncodilatação e testes cutâneos (prick-test, prick-prick, testes intradérmicos e contacto ao frio).

 

4.URGÊNCIA PEDIÁTRICA

 4.1 - A área Pediátrica da Urgência Geral, tem à sua responsabilidade o atendimento de utentes em idade pediátrica, ou seja, ao grupo etário entre os 0 anos e os 17 anos e 364 dias.

4.2. Para a prossecução dos objectivos definidos no anterior ponto, dispõe:

  1. De um espaço      próprio composto por sala de espera, sala de triagem de prioridades, salas      de observação, gabinete de enfermagem, sala de colheitas / tratamentos,      sala de isolamento, sala para Internamento de Curta duração para RN,      lactentes e crianças e sala de Internamento de Curta Duração para      adolescentes;
  2. De capacidade de      internamento em outras áreas do Serviço de Pediatria, nomeadamente na      enfermaria e Unidade de Cuidados Neonatais e Pediátricos, para se      situações que exijam internamentos superiores a 24 horas ou cuidados      intensivos.
  3. De uma equipa de      enfermagem própria dotada de um número de elementos suficientes para      assegurar a triagem e prestação de cuidados de enfermagem aos doentes que      dela necessitem enquanto presentes na urgência ou na Unidade de      Internamento de Curta Duração
  4. De uma equipa      própria de assistentes operacionais.
  5. De uma equipa      médica de urgência própria, em presença física, com formação na área da      pediatria médica, constituída por um mínimo de 3 elementos, dois dos quais      obrigatoriamente especialistas em pediatria. Esta equipa em épocas de      maior afluência é reforçada por um quarto elemento no horário 12:00-24:00.      Para a cobertura em áreas de atendimento mais diferenciados ou cirúrgicas,      a área de Urgência Pediátrica tem ao seu dispor:

i. No âmbito da prestação de cuidados médicos pediátricos:

  1. Cardiologia Pediátrica, em regime de prevenção
  2. Neuropediatria, em regime de prevenção
  3. Pedopsiquiatria, em regime de prevenção
  4. Cirurgia Pediátrica, em regime de prevenção
  5. Unidade de Neonatologia e Cuidados Intensivos Pediátricos
  6. Anestesiologia
  7. Endocrinologia
  8. Hemodinâmica
  9. Imagiologia
  10. Patologia Clínica
  11. Medicina Hiperbárica
  12. Medicina Dentária
  13. Medicina Transfusional
  14. Cirurgia Cardio-torácica
  15. Cirurgia Geral
  16. Cirurgia Vascular
  17. Cirurgia Plástica
  18. Urologia
  19. Serviço Farmacêutico
  20. Gastroenterologia
  21. Obstetrícia / Ginecologia
  22. Otorrinolaringologia
  23. Pneumologia
  24. Nefrologia
  25. Neurocirurgia
  26. Ortopédica
  27. Oftalmologia
  28. Pneumologia
  29. Unidade de AVC
  30. Medicina Intensiva
  31. Urologia
  32. Serviço Social
  33. Técnicos de cardio-pneumologia
  34. Segurança
  35. Secretariado

ii. No âmbito dos recursos humanos e tecnológicos disponibilizados pelo Hospital ao Serviço de Urgência Geral:

4.3 - O apoio à Área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Cirurgia Pediátrica obedece aos seguintes critérios, na prestação de cuidados médico-cirurgicos:

a) Em situações não traumáticas tidas ou suspeitas como patologias do foro cirúrgico - em utentes entre os 0 e os 14 anos e 364 dias.

b) Foro urológico - em utentes entre os 0 e os 17 anos e 364 dias.

c) Doentes traumatizados com patologia do foro cirúrgico e que obriguem a tratamento no bloco operatório com anestesia geral.

4.4 - O apoio à área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Cirurgia Geral obedece aos seguintes critérios:

a) Prestação de cuidados médico-cirúrgicos em situações não traumáticas tidas ou suspeitas como patologias do foro cirúrgico em utentes com 15 ou mais anos de idade.

b) Prestação de cuidados em todas situações do foro cirúrgico, independentemente da idade, que necessitem de pequena cirurgia e esta possa ser realizada com anestesia local.

c) Prestação de cuidados em todas situações do foro cirúrgico, que necessitem de pequena cirurgia, mas que, apesar de se tratar de “cirurgias minor” devido à idade obriguem a ida ao bloco.

d) Prestação de cuidados em todas as situações do foro cirúrgico de emergência, atribuídas à Cirurgia Pediátrica durante o período que medeia a chamada do cirurgião pediátrico de prevenção e a sua chegada.

4.5 - O apoio à área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Cirurgia Plástica deverá ser solicitado pela Cirurgia Pediátrica ou Geral sempre que envolvam territórios anatómicos como a face, mãos ou outros com perda de substância acentuada, do qual resultem possibilidade de deformação e alteração estética ou funcional, independentemente de indicação cirúrgica, ou não.

4.6 O apoio à área Pediátrica da Urgência Geral por parte da Radiologia; Patologia Clínica; Cirurgia Vascular; Serviço de Farmácia; Serviço de Gastroenterologia; Serviço de Oftalmologia, Ortopedia; Serviço de Otorrinolaringologia; Serviço de Pneumologia; Serviço de Medicina Dentária; Serviço de Neurocirurgia é transversal a todos os grupos etários pediátricos e faz-se de acordo com as normas em vigor na Urgência Geral.

5. Sala zero pediátrica

A prestação de cuidados pediátricos de emergência na sala zero é assegurada:

  1. Pela equipa de médica de urgência pediátrica
  2. Pelo intensivista da Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos se o doente tiver idade inferior a 15 anos
  3. Pelo intensivista do Serviço de Medicina Intensiva se o doente tiver 15 ou mais anos.
  4. Pela equipa de Cirurgia Geral que, em situações de trauma ou do foro cirúrgico e independentemente da idade do utente deverá prestar os respectivos cuidados de emergência / emergência, independentemente de terem ou não dado entrada através da SALA ZERO. Tratando-se de utentes com idade inferior a 15 anos deverá, o cirurgião geral verificar da necessidade, ou não, de chamar o cirurgião pediátrico e, em caso de necessidade, manterá a prestação de cuidados do foro cirúrgico até ao momento da sua chegada, a quem transferirá o doente.
  5. Pela equipa de Ortopedia
  6. Pela equipa de enfermagem pediátrica, juntamente com dois enfermeiros da Urgência Geral.